quinta-feira, março 15, 2007

Canyon Nerve ES9 - DT Swiss N'duro Special Edition

As Rodas.





Quando se tenta relativizar a importância dos componentes no comportamento global de uma bicicleta o quadro tem sempre a posição de destaque, mas cada vez mais me convenço de que as rodas desempenham um papel igualmente importante no comportamento.

Quando estava a escolher qual dos modelos da ES haveria de escolher, a única coisa que me fez inclinar definitivamente para a ES9 foram exactamente as rodas.

Como sou pesado já abri um aro a fazer XC muito calmo. Desta vez queria umas rodas desenhadas para suportarem um tratamento mais duro. Como eu não lhes dou esse tratamento, a robustez inerente deveria garantir que suportassem o meu peso.

A combinação de robustez e leveza das DT-Swiss N'duro Special ( EX 1750 ) parecia perfeita. E depois, claro.. O serem esteticamente muito bonitas não prejudicou em nada a decisão :)





Estas rodas, em si uma montagem especial da DT-Swiss, são por sua vez uma edição exclusiva para a Canyon em cor preta. Se bem que isoladamente ache as brancas ainda mais bonitas, no quadro da ES9 penso que o preto funciona muito melhor.

São rodas montadas à mão na DT-Swiss, e compostas por:
Cubos DT 240s
32 Raios DT Aerolite
Aros DT EX5.1D





Quando desembalei a Canyon e vi as rodas confesso que fiquei um pouco apreensivo. Os raios são achatados mas não fazia ideia de até que ponto eram finos. Parecem mais fitas que raios. Mas a DT-Swiss deve saber o que está a fazer.
Em termos estéticos são tudo o que estava à espera.







Quando se diz que as rodas pesam as duas "apenas" 1750grs, não se tem a noção exacta de até que ponto são leves. Apenas ao pegar nelas para as tirar da caixa é que me apercebi da leveza das rodas e da distribuição do peso entre o eixo e a circunferência muito equilibrada.








Na terra, que é onde elas devem estar, tem sido perceptível até que ponto influenciam na agilidade da ES9. É muito fácil acelerar e manter o ritmo. Sente-se que quando se pedala a força vai para "empurrar" a bicicleta para a frente em vez de ser gasta a "pôr as rodas a girar".

A minha apreensão no que diz respeito aos raios até agora é completamente infundada. Em termos de rigidez as rodas são muito boas. Não me apercebi de nenhuma flexão. Muito ocasionalmente ouço um ligeiro roçar dos rotores dos Juicy durante alguns metros e mas não tenho a certeza se estará relacionado com as rodas.



Resumindo, para já são dos componentes que mais ultrapassaram as minhas expectativas. E são lindas :)













0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home