segunda-feira, setembro 10, 2007

RC 8.0 Primeiras Impressões...


A chegada da minha nova RC8.0 estava agendada para meados desta semana, mas graças ao Tracking de encomendas dos CTT consegui saber que o caixote já se encontrava em Lisboa e após alguns telefonemas arranjei maneira de ir buscar a bike pessoalmente ao centro de distribuição no MARL em Loures... Eram 7 da tarde de Sexta-Feira... :)

Cheguei a casa, em Algueirão, perto de Sintra, por volta das 8:30 da noite e menos de uma hora depois já estava a testar a bike em frente de casa!
Foi muitissimo facil de juntar as peças, isto é, apertar o guiador e meter as rodas... Não podia ser mais simples... Realmente a eficiência alemã não é um mito...

Assim que acabei de montar a bike pus-me a damira-la... ´F***-** a bike é linda´ pensei eu, mas os pneus são demasiado largos, os punhos são muito duros e o guiador é excessivamente comprido... tambem lhe virava o avanço ao contrário e lhe trocava o selim, para alem de lhe meter uns bar ends... de resto está boa! ...Ahh e os pratos da pedaleira... enfim, o costume...

Pensando melhor, e porque já agora era capaz de ser fixe ver o que realmente tinha comprado, naquela noite acabei por apenas cortar o guiador, ficou com 56cm, meter os pedais, trocar o banco e meter os cornos e o conta kmts... Ao menos sempre poderia ver como se comportaria a bike de origem...

No dia seguinte, Sábado, ás 7 da manhã já estava fora da cama... acho que devo ter sonhado com a volta que ia fazer durante a manhã... :)

Cheguei á garagem, equipei-me e meti 2.5 bar de pressão de ar nos pneus... Fiz-me á estrada em direcção á Serra de Sintra com o Pro-Pedal do RP-23 no 2 e a F80 bloqueada.

Posso dizer que não rolou mal em asfalto, tendo em conta a largura dos pneus, e que com o Pro Pedal no 2 tambem não houve bombeios da suspensão traseira...


O caminho que costumo fazer até ao alto da serra passa pela vila de Sintra e Frente ao Palácio de Monserrate entro nos estradões de terra batida a subir para os Capuchos, no estradão deu para perceber a escolha de pneus, realmente agarram muito bem e não têm tanto atrito como isso...mais tarde haveria de lhes baixar a pressão para 2 bar...Já agora, os pneus são um noby nick á frente e um racing ralph atraz, ambos com 2.35" de largura!


Chegado lá cima entrei nos singles paralelos á estrada pena-capuchos, foi aí que percebi o que vale a bike, é ágil, acelera bem, as suspensões são muito eficientes, ou não fossem Fox, e o quadro parece ser bem desenhado. Bem, esta foi apenas a minha primeira volta na bike, a minha anteriar era uma semi-rígida em que andei durante largos meses, talvez por estar tão habituado a ela tenha apanhado alguns sustos em algumas curvas mais rápidas... este quadro RC 8.0 precisa de ser conduzido com alguma fé, parece-me que não pode haver medo de se necessário inclinar bem a bike para dentro nas curvas... mais do aquilo a que eu estava habituado...

Estou convicto de que passada esta fase de habituação tudo voltará ao normal...

Fiz cerca de 50 Kmts nesse dia, estradões a subir e a descer, sigles rápidos e sinuosos, trilhos muito técnicos a subir e a descer, descidas de pedra solta, descidas e subidas de pó, asfalto e lama... Acho que deu para testar bem a bike tal como ela vem de origem e deu para ficar satizfeito com o resultado...

Chegado a casa foi tempo de lavar a bike pois estava toda suja de lama e pó, houve de tudo nesse sábado...

Á tarde pus-me a fazer as alterções que já tinha em mente, ou seja, a tornar esta RC8.0 na minha Bike!
Troquei os pneus por umLarsen TT 1.95 á frente e um IRC Mibro Marathon atraz, voltei a colocar o banco de origem (para experimentar) troquei os pratos da pedaleira por uns Rotor Q-Rings, Meti Slime nas cameras Presta, bem, a Canyon montou camera Continental Supersonic na bike!!! pesam 90 gramas cada!
Coloquei os comandos das mudanças mais para dentro e pesei a bike. 11.850 Kg (mas confirmo que de origem tem mesmo os 11.3 kg que o fabricante anuncia)...não está leve mas tambem nao está nada mal para uma FS de 2500 € ...mais tarde logo lhe tiro umas gramitas com o kit tubless da DT e etc e tal... :)

Domingo, já com a bike a meu gosto fui ter com um amigo á Barragem do Rio da Mula ...Woow fiz 32 minutos da porta da minha casa ao estacionamento da barragem!! O meu anterior record eram 40 minutos!! Deve ter sido de já ter saído atrazadissimo :) Uma coisa é certa, com os novos pneus a bike anda muuito mais, e o Larsen é um pneu com um bocado de atrito ao rolar, imagino com dois Mibros ou com uns MaxxLite...


O da foto é o Mibro Marathon já meio gasto.

Já com a Bike a meu gosto subi mais uma vez ao alto da serra, mas desta feita pelo lado oposto, o de Cascais, as subidas desta vertente são semelhantes ás de Sintra, o tipo de piso é tambem muito parecido pelo que deu para perceber bem as difrenças... É claro que com os pneu de origem a tracção é maior, mas a rolar nem há comparação, com os Schwalbe parece que a bike estava colada ao chão, cada pedalada perdia-se para o atrito...

A meio da subida resolvi começar a fazer experiencias com o Pro Pedal e chegei á conclusão que para a pressão que tinha na camara do amortecedor, 115 psi, o nivel de PP 1 seria o ideal, parece que com a suspensão a prabalhar mais a tracção tambem aumentou... Lembrem-se que esta é a minha primeira FS, para mim tudo isto é novo... ;)

Resolvido o problema da falta de tração, dentro do possivel, foi altura de começar a testar a bike nos singles e descidas técnicas. Experiementei a F80 com mais compressão, com menos compressão, com mais rebound e com menos rebound... As afinações de fábrica funcionam bem, ou seja, tudo a meio, excepto o "Lock out Force", o parafuso debaixo da perna direita que optei por fechar dois clickes, de forma a que seja necessária mais força para destrancar a suspensão... Só uso a tranca nos rectões e subidas em que vou de pé, de resto não vi necessidade...

Já com mais alguns Kmts na bike, cerca de 60, cento e poucos no total, posso emitir uma primeira opinião responsável:

Gosto da Bike! :) Acho que tem futuro!

Vamos lá ver como se porta na maratona do Penedo Gordo onde vai ter de "mamar" com 110 kmts de puro estradão alentejano...

Quanto a mudanças, travões, rodas e acessórios como avanço e guiador, tubo de banco e transmissão, isto diz-vos alguma coisa? -SRAM X0, DT Swiss 240S aros 4.2, Thomson elite, Syntace f99, Formula Oro Bianco, transmissão XT?

Acho que quem pedir mais que isto por 2500€ está a pedir demais, aliás, esta bike podia custar 3500€ e continuaria a ser barata.

Só tive pena de não me terem mandado um jersey da canyon como oferta, cheguei a pensar que isso poderia fazer parte da estratégia de marketing da marca :)


Concluindo, podia ter falado da minha primeira queda em que entortei o drop out ou das descidas a velocidades alucinantes em que se precisasse de travar nem os Formula Oro Bianco me safariam, ou das dores de costas que tive até que por fim consegui acertar com a afinação do selim, ou de muitas outras coisas desagradáveis que só não acontecem a quem não anda de bike, mas que para nós não são novidade nenhuma, por isso não estive para falar delas ;)

Fica assim aqui registado mais um testemunho de um bicicanyonista satisfeito que provavelmente não voltará a comprar bikes de outra marca... e que tal uma LUX MR com menos de 10 kilos e menos de 4000€? ;)

Cumps,

Fred

Etiquetas: , , , ,

7 Comments:

Blogger Varadero said...

Muito bem! Sem duvida aí está uma FS muito rápida para ganhar conforto sem perder andamento.

Dos poucos Km (100) que já fiz na minha XC, acho que se consegue rodar mais tempo mantendo o "ritmo" do que se fosse na minha HT.

Também acho que se consegue subir melhor com o Fox no propedal, do que na HT, mas isso é uma opinião pessoal, até porque os tempos para mim, só me importam mesmo o do encontro do pessoal antes da volta e o da chegada a casa, sendo que este último nem sempre se consegue cumprir :)

2:10 da tarde  
Blogger derfred said...

Oi!

Exactamente, foi mesmo essa a minha ideia ao comprar a bike...Acho que finalmente vou poder divertir-me ao fazer uma maratona...

Concordo contigo, em subidas mais técnias, com mais resaltos e pedra solta estas FS ganham ás HT, sem dúvida...

cumps,

fred

2:50 da tarde  
Blogger Pedro said...

Parabens!
Quim Beja!

Gostava mesmo de ver a tua makina!

um abraço

Pedro Guedes

3:59 da tarde  
Blogger martini said...

parabens, tambem espero anciosamente a minha xc pro 7.0,mas quando tento o acompanhamento dos ctt aparece-me sempre a mesma coisa. "encomenda expedida",sò è possivel acompanhar a encomenda cà em portugal?

6:53 da tarde  
Blogger Aerofred said...

Oi,

Não, se diz expedida é porque deu entrada nos correios alemãs ou na transportadora alemã e foi enviada para cá, depois dessa mensagem ha-de aparecer qq coisa tipo lisboa CP ou portugal CP que quer dizer Centro Postal.

são mesmo 12 a 15 dias para te chegar a casa... podes reduzir uns dias se telefonares para lá e pedires para ir levantar pessoalmente a encomenda, mas nao rte esqueças de dizer que é uma caixa grande a dizer canyon, etc de forma que eles consigam identificar facilmente a caixa... tens de ser simpático com a chefe do CP e tentar ficar-lhe com o nº do escritório para a poderes melgar mais tarde :)

fred

8:43 da tarde  
Blogger JCR said...

Viva,

Parabéns pela tua nova bike!

Gostava saber se os Q-Rings da Rotor funcionam bem, pois tenho pensado nesse upgrade, mas sem experimentar ou obter informações pode ser um tiro no escuro. Podes ajudar?

Abraço,

JCR

1:17 da manhã  
Blogger Aerofred said...

oi!

Sim, desde que os montei nao quero outra coisa, valem bem o investimento...


cumps,

fred

8:09 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home