sábado, janeiro 17, 2009

Teste Canyon Torque ES 9.0 HammerSchmidt



Quando os nossos colegas da Canyon Alemanha propuseram, na passada Terça-feira em Albufeira, que testássemos a Canyon Torque ES 9.0 HammerSchmidt durante 2 ou 3 semanas, o entusiasmo foi grande.

Hoje chegou o dia de levar a Canyon Torque ES 9.0 HammerSchmidt para os trilhos mas, com um desafio acrescido. Fazer um percusro com alguns kms, com descidas e subidas longas, zonas mais técnicas e estradões.

Antes de continuar, referir que o total da volta ficou em 45kms e que a sensação com que se ficou deste novo pedaleiro da Truvativ é que serve todos aqueles que gostem de andar de bicicleta sem ter preocupações de tempos ou médias ou de cadência.

Como está já devidamente referenciado nos fóruns, blog´s, revistas da especialidade, o HammerSchmidt vem marcar um antes e um depois.

Em conversa com o nosso designer, Lutz Scheffer, ele confidenciou-nos que para quem já utiliza 2 pratos, o HammerSchmidt tem claras vantagens. Mesmo pedalando forte, ou a subir, ou a descer, o mecanismo tem sempre uma acção muito directa e precisa.
video

Enquanto utilizadores de pratos 44/32/22, a passagem para o HammerSchmidt fez-se de forma (quase) natural. Nem em descidas sentimos a falta do prato de 44.

Para hoje, este é o relato. Na próxima semana, iremos para zonas mais técnicas/enduro e faremos sobressair os prós e os contras desta inovação.
Apreciem as fotos...
























4 Comments:

Blogger Varadero said...

Eu já experimentei e gostei, funciona mesmo como dizem, é muito rápido e funciona em todas as situações. Também fiquei impressionado com a suavidade e o funcionamento do sistema, mesmo depois de passar em zonas com lama e água. Com este sistema não haverá de certeza "chupões de corrente" nem correntes a saltar ao passar mudanças.
;)

10:00 da tarde  
Blogger Jorgex said...

Isto foi o primeiro post de vários mas espero que não acabe como um review vergonhoso da Bike Magazine do ano passado onde criticaram uma Torque como se fosse uma bike de XC, quando na verdade a Torque está pronta para fazer um Mega Avalanche.

12:19 da manhã  
Blogger Canyon Owners Club - Portugal said...

@ Jorgex - aquilo que queremos transmitir - para além das virtudes e limitações do HammerSchmidt - é a polivalência do sistema e da própria Torque ES 9.0. Este testemunho não deve ser encarado como uma análise muito técnica. No fundo, será o testemunho do utilizador comum. A Torque ainda cá estará mais 2 semanas, se a quiser experimentar/testar teremos todo o gosto que nos acompanhe numa das nossas saídas de fim de semana. Contacte-nos pelo telefone ou pelo e-mail. Antes de mais, felicitá-lo pelo seu blog e pelas análises realizadas.

10:22 da manhã  
Blogger Jorgex said...

"...aquilo que queremos transmitir...é a polivalência do sistema e da própria Torque ES 9.0."


Pronto, tá tudo dito. Mas não se esqueçam daquilo que apareceu na revista. Aquilo da BikeMag não foi um review positivo ou negativo, foi mesmo vergonhoso.

1:04 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home