sexta-feira, novembro 26, 2010

Entidade Europeia de Patentes valida o "Maximus Seattube" Canyon



Após a decisão do tribunal de Dusseldorf em Setembro do presente ano em que os quadros Cervélo R3, R3SL e RS constituem uma infração à patente Europeia Canyon EP 1737724, o recurso acerca da validade da mesma teve lugar ontem na Entidade Europeia de Patentes em Rijswijk perto de Den Haag. Ao longo da audição a Entidade Europeia de Patentes deu razão à Canyon e à sua patente EP ser válida na generalidade. A patente refere-se ao tubo de selim de bicicleta com um design especial que favorece as cargas cuja característica é ser achatado do lado do pedaleiro. Aquilo que está em causa é que este lado achatado do tudo de selim cria mais espaço para o desviador dianteiro e pratos.

O líder do R&D da Canyon, o Dr. Michael Kaiser explicou após a audição: "O design do tubo de selim descrito na patente permite a construção de um tubo em forma de diamante de acordo com as regras da UCI, o qual apresenta mais 20% de rigidez na área do movimento pedaleiro, quase com o mesmo peso. Implementámos inicialmente este design no nosso primeiro quadro Ultimate CF com tecnologia F10. Este quadro tem vindo a estabelecer referências em termos de relação peso/rigidez há já vários anos. Estamos agora a estudar as o próximo passo quanto à Cervélo. Isto aplica-se em particular à infração da nossa patente noutros países."

A patente Europeia é válida em nove países assim como na Alemanha. Os outros países são: Áustria, Suiça, Itália, França, Bélgica, Dinamarca, Holanda, Inglaterra e Espanha. A Canyon Bicycles GmbH tem ainda as respectivas patentes nos Estados Unidos e China assim como tem a patente pendente na Nova Zelândia e Canadá.

O CEO da Canyon Roman Arnold disse - quando ao veredicto do tribunal em Dusseldorf: “Quero deixar bem claro uma vez mais que esta decisão não terá implicações em pessoas que não sejam profissionais.”

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home